1/3

10 mil voluntários desistiram de participar das Olimpíadas


JAPÃO - Aproximadamente 10.000 dos 80.000 voluntários originalmente programados para ajudar nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio neste verão desistiram, disse o comitê organizador japonês na quarta-feira, refletindo a dificuldade de organizar um grande evento esportivo em meio à pandemia do coronavírus.


"Acho que não há dúvida de que um dos motivos é a preocupação com as infecções por coronavírus", disse Toshiro Muto, CEO do comitê organizador, a repórteres, mas disse que isso não afetaria seriamente as operações porque os jogos devem ser reduzidos de seus planos originais.


O comitê organizador disse que cerca de 1.000 voluntários haviam desistido no final de fevereiro. Como os Jogos de Tóquio foram adiados devido à pandemia do coronavírus, Muto disse que alguns dos voluntários podem ter desistido devido a conflitos de agenda ou porque tiveram que se mudar.


Os voluntários do "elenco de campo", que foram recrutados pelo comitê organizador entre mais de 200.000 inscrições, deveriam assumir várias funções, como servir como guias nas instalações e ajudar na vila dos atletas.


Como parte das medidas para garantir a segurança dos jogos, os organizadores barraram espectadores do exterior. Embora existam cerca de 15.000 atletas, eles serão mantidos em um ambiente de bolha com seus movimentos principalmente restritos ao trânsito de e para suas instalações.


Os organizadores têm se esforçado para construir apoio e convencer o público de que as Olimpíadas podem ser realizadas com segurança em pouco mais de um mês. O país não tem conseguido controlar as infecções, impulsionadas por variantes altamente contagiosas do vírus.


Muto também disse que cerca de 190.000 funcionários e trabalhadores do Japão, incluindo membros do comitê organizador, voluntários, pessoal de segurança, patrocinadores e imprensa estarão envolvidos nas Olimpíadas e 110.000 nas Paraolimpíadas.


O comitê disse no mês passado que o número de funcionários e trabalhadores estrangeiros será reduzido para 78.000, menos da metade do número inicial.