1/3

2 principais oficiais da Força de Autodefesa Marítima testa positivo para o coronavirus


TÓQUIO - A Força de Autodefesa Marítima do Japão disse na terça-feira que seus dois principais oficiais testaram positivo para o novo coronavírus e estarão trabalhando remotamente em quarentena.


O Chefe de Gabinete Hiroshi Yamamura e o Vice-Chefe de Gabinete Naruto Nishi fizeram a reação em cadeia da polimerase ou testes de PCR na segunda-feira devido ao possível contato próximo com alguém que contraiu o vírus.


Uma fonte familiarizada com o caso disse que uma reunião envolvendo três assessores dos chefes de estado-maior das três unidades das Forças de Autodefesa - marítima, terrestre e aérea - pode ter resultado em uma expansão das infecções no Gabinete do Estado-Maior Marítimo.


Um total de oito policiais - incluindo Yamamura e Nishi - no escritório foram encontrados infectados com o vírus.


No entanto, o ministro da Defesa, Nobuo Kishi, não teve contato próximo com os oficiais.

Um porta-voz do Ministério da Defesa disse que os dois principais oficiais não desenvolveram nenhum sintoma e que ele não detectou problemas nas operações do SDF.

O MSDF disse que vai fortalecer as medidas antivírus para prevenir a propagação do vírus.


Na segunda-feira, um total de mais de 420 funcionários do ministério e membros do SDF foram infectados com o vírus.