1/3

53 evacuados do Afeganistão chegam ao Japão


JAPÃO - O Ministério das Relações Exteriores disse no sábado que 53 refugiados afegãos chegaram ao Japão, o primeiro grupo a partir do país para o Japão por via aérea, com ajuda do Catar, em vez de por terra, que é considerada mais perigosa.


O grupo - 27 dos quais são funcionários da embaixada japonesa e suas famílias, enquanto os outros 26 são trabalhadores da Agência de Cooperação Internacional do Japão e suas famílias - pousou no aeroporto de Narita perto de Tóquio na noite de sexta-feira via Doha, por meio de um comercial avião providenciado pelo Catar a pedido do Japão.


Os 53 afegãos chegaram a Doha no início deste mês e o governo japonês ajudou com a emissão de vistos e passagens aéreas, segundo o ministério. Eles agora estão em quarentena após o teste de coronavírus.


O Japão planeja ajudar cerca de 500 afegãos que eram funcionários de embaixadas ou afiliados do governo e suas famílias a deixar o país devastado pela guerra.


Algumas dessas pessoas, sem meios de evacuação tão seguros quanto as viagens aéreas, optaram por fugir do Afeganistão por terra para os países vizinhos, resultando na chegada ao Japão de mais de 50 pessoas de meados de setembro até o início deste mês.


O ministro das Relações Exteriores japonês, Toshimitsu Motegi, pediu ao Catar que apoiasse a evacuação dos afegãos quando conversou com seu homólogo do Catar, o xeque Mohammed bin Abdulrahman al-Thani, em Nova York, no final de setembro.