1/3

A justiça tarda, mas nunca falha!


EUA - Neste domingo ocorreu mais uma edição anual do SummerSlam, direto da Flórida nos EUA. A japonesa mascarada teve dois duelos no card de domingo: uma valia o cinturão feminino do Smackdown, já outro valia o cinturão do RAW, Asuka foi candidata aos dois títulos e primeiramente vamos relembrar como ela se classificou para os combates.


No RAW após o lamentável ocorrido no Extreme Rules, Stephanie McMahon disse através de uma chamada ao vivo que o campeonato de Sasha Banks não foi oficial e ordenou que uma nova luta fosse marcada para a próxima semana.


Em 20 de Julho, a luta, enfim é ocorrida, Asuka até consegue dominar a luta, mas abandona a luta logo depois de ver Kairi Sane sendo castigada por Bayley no lado de fora e favorecendo a vitória para Sasha Banks por contagem.


Na semana seguinte, Asuka anuncia que quer uma revanche no SummerSlam. Sasha disse que lutaria contra a japonesa se vencesse a Bayley, sem o consentimento da última e finalmente, na semana anterior ao Summerslam, Asuka luta contra a Bayley e conquista a vitória dando a vaga para a luta contra Sasha Banks.


Até lá, tudo parecia de que Asuka iria lutar contra Sasha Banks no duelo pelo cinturão feminino do RAW num domingo, mas um ato inesperado aconteceu na sexta.


No Smackdown de 21 de agosto, houve um duelo de Battle-Royal para definir a adversária de Bayley no SummerSlam. Porém ao anunciar as candidatas, ainda faltava uma candidata especial, e elas disseram que há um erro, mas ao tentar repará-lo, era tarde demais! Asuka estava entre as candidatas a luta pelo cinturão do Smackdown e no fim, ela consegue a vaga para a luta de domingo.


Até aquele momento, Asuka teria duas lutas no dia 23 de Agosto, contra Bayley e contra Sasha Banks valendo os dois cinturões do certame da WWE.


Asuka vs Bayley


Asuka começou a jornada pelos títulos numa disputa contra a Bayley, valendo o cinturão do Smackdown.


A atleta nipônica até consegue dominar boa parte da luta, coisa que não se via desde a semana retrasada. Aplicando uma série de golpes na Bayley com a Sasha Banks observando de perto.


Porém, um fato que já era de se esperar, aconteceu.

Sasha Banks estava com uma grande vontade de bater em Asuka sempre que ela caia perto dela, deixando a japonesa visivelmente irritada, e logo depois que a nipônica mascarada resolve atacá-la, Bayley a agarra de supresa e aplica um enrolamento para finalizar.


Asuka não consegue se livrar e a luta é encerrada nomeando Bayley como ainda campeã do certame azul da WWE.


Logo depois do fim da luta, Sasha Banks, aproveitando a evasão do árbitro, começa a linchar Asuka e Bayley, junto com ela, aplica um finalizador duplo na atleta japonesa, deixando-a fisicamente em desvantagem para a próxima luta.


CE Rodrigues, que narrava pela Rádio Mirai disse em off: "A Asuka não tinha nada o que fazer, tentando atacar a Sasha Banks. Se o foco dela é na luta pelo título da Bayley, ela deveria estar focada na luta com a Bayley. Agora, ela precisa colocar a cabeça no lugar, pois tem Sasha Banks ainda pelo caminho. Podemos ter perdido uma batalha, mas a guerra ainda não!"


Asuka vs Sasha Banks


Asuka teve sorte, conseguiu descansar por um longo período e tentando colocar as coisas no lugar, vendo no que a nipônica errou e onde Bayley acertou.


No duelo valendo o título do Raw, começou com Sasha lhe aplicando um dropkick, mas logo depois, demonstrou serviço com Asuka conseguindo dominar boa parte da luta e ganhando o apoio da torcida, pois ela já sabia que a vitória significaria muito para a lutadora japonesa.


Quase perto do final, Sasha já sente o gosto da derrota ao cair no espaço vazio por duas vezes e tentando pedir ajuda a Bayley.


Durante uma corrida, Asuka tenta aplicar o "espelho retrovisor", mas Sasha foge e a nipônica fica presa nas cordas. Antes que Bayley tentasse fazer alguma coisa, Asuka consegue se livrar e joga Bayley no chão, mas Sasha tenta lhe aplicar uma imobilização, mas Asuka neutraliza e consegue um "Asuka-Lock" contra Banks.


Asuka não precisou de um pouco menos de 10 segundos para ouvir o som do gongo e conseguir jogar para fora todos os desaforos e as frustrações!


Asuka volta a ficar com o título feminino do Raw da WWE logo após 34 dias de tortura e duelos para buscar a vaga pelo título, que resultou em vantagens desfavoráveis, despedida de Kairi Sane da forma como ninguém imaginaria e ainda uma derrota na primeira luta no SummerSlam. Por isso o título acima.


CE Rodrigues disse após o termino da luta: "Asuka merece o que é legítimo! Foram 34 dias de títulos em mãos erradas e atos completamente desleais. Eu sempre avisava que um dia, a casa iria cair pra cima delas. Agora, o gado de Sasha Banks que procure a lutadora para chorar junto! E mais um detalhe, não torço para a Asuka por ela ser "A Asuka" e sim porque ela é japonesa e dá gosto de ver ela lutando pra valer e representando não apenas o Japão, como também, todas as mulheres japonesas, que todos os dias levam alegria e felicidade ao seu povo seja através do esporte ou não!"


"Lamento ter o que dizer aos fãs de Sasha Banks, sinto muito, mas quero bem a Asuka e ao Japão e hoje estamos em festa!" completou o narrador da Radio Mirai.