1/3

Acidente em sistema de supressão de incêndio em garagem deixam quatro mortos em Shinjuku


TÓQUIO - Quatro trabalhadores da manutenção de edifícios foram mortos na quinta-feira em um estacionamento subterrâneo em Tóquio quando um sistema de supressão de incêndio foi ativado involuntariamente, prendendo-os em um espaço fechado com altos níveis de dióxido de carbono, disseram a polícia e os bombeiros.


Um total de seis homens estava substituindo o forro do teto no estacionamento de um prédio de condomínio no bairro de Shinjuku quando o sistema de supressão de incêndio fechou as venezianas e começou a descarregar CO2 como agente extintor, disse a polícia.


Os quatro homens tinham idades entre 30 e 50 anos, disseram as autoridades, acrescentando que um trabalhador na casa dos 20 está em estado crítico e recebendo tratamento em um hospital.


Equipes de resgate mediram a densidade de CO2 no estacionamento em cerca de 20%, várias centenas de vezes maior do que o nível normal, disse o Corpo de Bombeiros de Tóquio.


Após o acidente, ocorrido pouco depois das 17 horas, um dos seis trabalhadores conseguiu sair do estacionamento e procurou ajuda de um responsável pela manutenção.


De acordo com as autoridades do corpo de bombeiros, quando um sistema de supressão de incêndio deste tipo é ativado, há uma mensagem de aviso solicitando a evacuação e o CO2 é liberado após um determinado período de tempo.