1/3

Akira Amari renuncia ao cargo de secretário geral do PLD após derrota em Kanagawa


JAPÃO - O secretário geral do PLD, Akira Amari, anunciou a renúncia de seu cargo depois de não conseguir um assento nas eleições para a câmara baixa. O candidato eleito e atual premiê, Fumio Kishida, decidirá em breve se aceitará a renúncia com base nos resultados da eleição e situação interna.


O Secretário-Geral do partido governista, que concorreu a uma cadeira no distrito eleitoral de Kanagawa 13, não conseguiu ganhar uma cadeira no distrito eleitoral contra um novo candidato do Partido Democrata Rikken.


Esta é a primeira vez, desde a introdução do sistema de circunscrição eleitoral, que um secretário-geral do PLD em exercício não conseguiu ganhar um assento em um pleito.


Em resposta, Amari decidiu assumir a responsabilidade e renunciou ao cargo de secretário-geral, dizendo ao primeiro-ministro. Kishida disse: "Gostaria que me confiassem essa responsabilidade".


Amari foi o primeiro a anunciar seu apoio ao premiê nas recentes eleições presidenciais do PLD, e contribuiu para sua vitória servindo como membro sênior de sua campanha.