TSJ MN_edited.png

1/3

ANA vai remover máquinas de check-in de aeroportos em breve


JAPÃO - A All Nippon Airways disse na terça-feira que a companhia aérea removerá as máquinas de check-in automático para voos domésticos em 51 aeroportos domésticos a partir de abril do próximo ano, já que a maioria dos passageiros pode concluir seus procedimentos pré-voo por meio de aplicativo.


A medida, que envolve a remoção de 437 máquinas usadas em voos domésticos, faz parte dos esforços para oferecer serviços sem contato em meio à pandemia e reduzir os custos associados aos check-ins nos aeroportos.


Para quem não puder usar o aplicativo, a companhia aérea continuará oferecendo check-in presencial nos aeroportos.


Usando o aplicativo da transportadora, os passageiros podem reservar e comprar passagens eletrônicas para voos domésticos e pular os procedimentos de check-in nos aeroportos. Eles podem usar os bilhetes eletrônicos no aplicativo para ir direto às inspeções de segurança e embarcar em seus voos.


"Os smartphones guiarão os passageiros sem problemas (da reserva ao embarque)", disse Shinichi Inoue, presidente da ANA, em entrevista coletiva em Tóquio.


O aplicativo, que os passageiros também podem usar para ler revistas e jornais em uma rede Wi-Fi de bordo, atualmente é usado por cerca de 50% dos passageiros da companhia aérea em voos domésticos. A operadora pretende aumentar a taxa de usuários para cerca de 90% por volta de 2026.


A companhia aérea disse que também pretende adicionar novas funções ao aplicativo, incluindo oferecer informações sobre cancelamentos e atrasos de voos, bem como horários de partida.


Enquanto isso, a Japan Airlines disse que continuará usando máquinas de check-in automatizadas. A empresa vem reformulando as máquinas como parte de suas medidas contra a COVID-19 desde a primavera do ano passado, para que as pessoas não precisem tocar na tela.