top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Anderson Robson é acusado de homicídio, mas não será extraditado e responderá pelo crime no Brasil

BRASIL - Após a prisão de Anderson Robson Barbosa, que foi colocado na lista de procurados da Interpol em razão do assassinato de sua esposa e filha em Sakai, a Polícia Federal informou que o autor do crime não será extraditado no Japão e responderá pelo crime cometido no Brasil.


O Ministério Público Brasileiro revelou, nesta terça dia 15, que Anderson vai responder pelo homicídio da mãe e da filha ocorrido em agosto do ano passado em um conjunto habitacional.


Os detalhes das acusações ainda não foram divulgados. Após fugir para o Brasil, ele foi colocado na lista da Interpol pela Polícia de Osaka e foi detido pela PF no mês passado.


De acordo com as investigações, o réu é suspeito de ter assassinado a esposa, Manami Arakawa (29 anos na época), e a filha, Lily (3 anos na época), em sua residência em Sakai nos dias 20 e 21 de agosto do ano passado, utilizando um objeto cortante. O acusado fugiu do país em 22 de agosto do mesmo ano. As duas foram encontradas caídas no chão em um cômodo da casa no dia 24.


No Brasil, há exatamente um mês atrás, a polícia conseguiu prender o autor do crime, mas a PF informou em nota que "o mandado de prisão expedida pelo Japão não valia no Brasil, mas foi emitido um mesmo pela Justiça Federal de Curitiba após acatar um pedido de cooperação jurídica internacional enviada pelo país asiático."


Embora a prisão tenha sido realizada com sucesso, Anderson não será extraditado para responder pelo crime no Japão, disse a Polícia Federal.


Hoje foi realizado um mandado de busca e apreensão em sua residência na cidade de Cambé, no estado do Paraná.

Posts recentes

Ver tudo

コメント


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page