1/3

Após eleições, PDL planeja nova estratégia antes do pleito de outubro


JAPÃO - "Temos que examinar onde falhamos antes de entrar na eleição para a Câmara dos Representantes", disse Taimei Yamaguchi, chefe de estratégia eleitoral do PDL, a repórteres. "Levamos esse resultado a sério e o usaremos como combustível da próxima vez."


PDL e Komeito estavam em disputa pela Assembléia Metropolitana com o partido Tomin First no Kai, um partido regional fundado pela governadora de Tóquio Yuriko Koike. Tomin significa Tokyoites em japonês.


"A Sra. Koike recebeu muitos votos de simpatia. É como se ela nos vencesse sozinha", disse um ex-membro do Gabinete do PDL.


Koike, que em grande parte se afastou das operações diárias do Tomin First, mas claramente apoiou seus candidatos no último minuto, "influenciou o resultado pelo menos até certo ponto", admitiu o líder do Komeito, Natsuo Yamaguchi. "Isso é algo que temos que analisar."