top of page
1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Após reunião, governo convida Fumio Kishida para visitar o Brasil


BRASIL - Após a visita do Ministro das Relações Exteriores, Yoshimasa Hayashi, às cidades de São Paulo e Brasília, o homólogo brasileiro, Mauro Vieira, convidou o primeiro-ministro, Fumio Kishida, para visitar o Brasil em breve.


O ministro que assumiu o cargo no início deste mês após a posse de Lula, disse que o Brasil promoverá ainda mais relações amistosas com o Japão, mesmo após a mudança de poder em sua nação.


Os dois diplomatas concordaram em cooperar na manutenção e reforço da ordem internacional baseada em regras, livre e aberta, de acordo com o ministério, à medida que a invasão da Ucrânia pela Rússia, que se intensificou em fevereiro, continua.


Como o Japão e o Brasil assumem assentos não permanentes no Conselho de Segurança da ONU em 2023, Hayashi e Vieira também afirmaram a disposição dos dois governos de trabalhar juntos, inclusive como membros do "G4", que também envolve a Alemanha e a Índia.


Os quatro países há muito aspiram a se tornar membros permanentes do conselho de 15 membros por meio de sua reforma. Atualmente, os Estados Unidos, a Grã-Bretanha, a China, a França e a Rússia, todos potências nucleares, ocupam os cinco assentos permanentes.


Hayashi estendeu um convite a Lula e Vieira ao Japão, enquanto o ministro das Relações Exteriores brasileiro convidou o primeiro-ministro Fumio Kishida para o Brasil, de acordo com o ministério.


Hayashi está em sua viagem de 12 dias até domingo para as Américas e também visitou o México e o Equador até agora.

bottom of page