1/3

Astronauta japonês Noguchi espera que o turismo espacial possa crescer logo


JAPÃO - O astronauta japonês Soichi Noguchi disse na terça-feira que espera que o turismo espacial "acelere rapidamente" depois que a empresa norte-americana Virgin Galactic Holdings Inc. transportou com sucesso passageiros até a borda do espaço no fim de semana.


"Acho que mudanças como um colapso no custo (do turismo espacial) acontecerão em breve", disse Noguchi, da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, em entrevista a um jornal japonês.


O homem de 56 anos, que retornou à Terra em maio após uma estadia de seis meses na Estação Espacial Internacional, previu que os custos poderiam cair de dezenas de milhões de ienes por pessoa atualmente para caber no orçamento de turistas comuns.


"Acho que podemos organizar 'uma viagem espacial de seis dias com Noguchi'", brincou o astronauta veterano. "Se você quiser ver a aurora boreal, os recifes de coral do Mar do Caribe e o Himalaia em um dia, a única maneira será por meio de uma viagem espacial."


No domingo, o avião espacial da Virgin Galactic voou a cerca de 80 quilômetros acima da superfície da Terra, enviando com sucesso os seis passageiros, incluindo o fundador da empresa, o bilionário empresário britânico Richard Branson, para o espaço suborbital e permitindo-lhes desfrutar de alguns minutos de ausência de peso.


Em novembro do ano passado, Noguchi chegou à ISS a bordo da nave Crew Dragon da fabricante aeroespacial americana SpaceX em sua terceira missão à estação. Em suas duas missões espaciais anteriores em 2005 e 2009, ele viajou no ônibus espacial Discovery e uma nave russa Soyuz.


Durante sua última missão, Noguchi conduziu sua quarta caminhada no espaço. Ele permaneceu na ISS por um total de 335 dias - o mais longo de um astronauta japonês.


Relembrando o que foi seu terceiro voo espacial realizado quando tinha 50 anos, Noguchi disse: "Estou feliz por poder continuar me desafiando."


Noguchi disse que é importante para ele apoiar os astronautas que seguem seus passos, como Kimiya Yui, 51, e expressou seu desejo de continuar seu envolvimento na exploração espacial internacional da JAXA.