top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Ataque a ônibus escolar japonês deixa três feridos na China

Na cidade de Suzhou, localizada na província de Jiangsu, leste da China, um ônibus escolar da Escola Japonesa de Suzhou foi alvo de um ataque na tarde do dia 24. Um homem, aparentemente de nacionalidade chinesa e portando uma faca, feriu uma mãe japonesa e seu filho que estavam no local para buscar a criança. Apesar do susto, ambos estão fora de perigo. No entanto, uma funcionária chinesa do ônibus, que atuava como guia, foi gravemente ferida e encontra-se em estado crítico.


De acordo com o Consulado Geral do Japão em Xangai, o incidente ocorreu por volta das 14h, quando o ônibus escolar estava retornando à escola após deixar as crianças. No momento em que o veículo chegou ao ponto de parada, o agressor, armado com uma faca, iniciou o ataque.


A mãe e o filho feridos foram prontamente levados ao hospital e, felizmente, suas vidas não correm risco. Já a funcionária chinesa, que também foi atacada, está recebendo tratamento intensivo devido à gravidade dos ferimentos.


O agressor foi detido pelas autoridades locais e está sendo interrogado para apurar os motivos do ataque. O ponto de ônibus onde ocorreu o incidente fica a cerca de um quilômetro ao norte da Escola Japonesa de Suzhou, em uma área residencial onde muitos japoneses vivem.


Em resposta ao ataque, a Escola Japonesa de Suzhou decidiu suspender as aulas no dia 25. Além disso, o Consulado Geral do Japão em Xangai enviou representantes ao local para verificar os detalhes do ocorrido e solicitou às autoridades locais medidas preventivas e o reforço na segurança.


Uma testemunha, uma mulher japonesa na casa dos 30 anos que estava no local para buscar seu filho, relatou que havia duas vans escolares estacionadas no ponto de ônibus. Ela ouviu gritos e viu um homem de 50 a 60 anos agindo de forma violenta e brandindo uma faca. Outros pais e a funcionária do ônibus conseguiram conter o agressor utilizando guarda-chuvas e bolsas.


O embaixador do Japão em Pequim alertou para um aumento nos ataques com facas em locais públicos na China, como parques e estações de metrô, e recomendou cautela aos cidadãos japoneses residentes no país.


Este incidente em Suzhou segue uma série de ataques semelhantes na China, incluindo um ocorrido em junho na província de Jilin, onde cinco professores de uma universidade americana foram esfaqueados, e outro em Pequim, onde um familiar de um diplomata israelense foi atacado.


Suzhou, vizinha a Xangai, possui uma população de aproximadamente 12,95 milhões de habitantes e abriga uma significativa comunidade japonesa, com cerca de 5.300 residentes. A Escola Japonesa de Suzhou, inaugurada em 2005, atende alunos do ensino fundamental e médio, oferecendo transporte escolar administrado por empresas locais chinesas.

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page