1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Atleta japonês testa positivo para a COVID-19 ao chegar em Pequim


CHINA - O Comitê Olímpico Japonês anunciou na quarta-feira o primeiro caso positivo de coronavírus entre atletas japoneses que participaram dos Jogos de Pequim.


O JOC disse que um "esquiador" testou positivo para o coronavírus na terça-feira em Pequim, depois de testar negativo antes de partir para a China. O nome do atleta não foi divulgado devido à política de privacidade do JOC, embora tenha sido confirmado que a pessoa é assintomática.


O teste positivo foi um dos 32 relatados pelo comitê organizador na quarta-feira, 15 dos quais foram detectados em triagem no aeroporto e outros 17 dentre os que já haviam entrado na “bolha” olímpica de Pequim. Nove dos resultados positivos foram entre atletas e funcionários da equipe, seis deles dentro da bolha.


O JOC disse que "seguirá as instruções da comissão organizadora dos jogos e tomará as medidas necessárias", em relação ao atleta.


A segunda edição do "manual" de medidas de coronavírus estipula que atletas assintomáticos devem ficar em quarentena em uma instalação dedicada, onde farão testes de PCR duas vezes por dia, com 12 horas de intervalo, e serão liberados para sair após testar negativo pelo menos duas vezes seguidas. um período de 24 horas. O esporte em que o atleta compete ainda não é conhecido.


"A grande maioria das pessoas que são positivas está bem, muitas são assintomáticas. Houve 11 pessoas hospitalizadas porque têm um sintoma. Nenhuma delas está gravemente doente de forma alguma", Brian McCloskey, chefe do departamento médico dos jogos, painel de especialistas em entrevista coletiva.


Os Jogos de Pequim estão sendo realizados de 4 a 20 de fevereiro sob regras rígidas de coronavírus, com atletas, equipe, mídia e trabalhadores restritos a uma bolha que os mantém isolados do público chinês.