1/3

Atletas do Japão começam a ser vacinados para a Olimpíada


JAPÃO - Atletas, treinadores e funcionários japoneses que participam dos Jogos de Tóquio começaram a receber suas primeiras doses de vacinas contra o coronavírus oferecidas gratuitamente a todos os participantes olímpicos em todo o mundo pela Pfizer.


Cerca de 200 membros no total da sede da delegação japonesa e seis federações nacionais receberam tiros no Centro Nacional de Treinamento em Tóquio no primeiro dia, de acordo com o Comitê Olímpico Japonês.


O JOC disse que os médicos da equipe terão como objetivo inocular 600 atletas olímpicos, juntamente com 1.000 técnicos e equipe de apoio, com duas injeções cada até 20 de julho.


"Não houve problemas e nenhum atleta reclamou de se sentir mal", disse Mitsugi Ogata, gerente geral da equipe japonesa para as Olimpíadas de Tóquio, acrescentando que alguns atletas expressaram alívio por poderem treinar com maior sensação de segurança.


Tsuyoshi Fukui, chefe da delegação do país anfitrião para os Jogos de Tóquio em 2020, disse: "Eu acredito que (a vacinação) é uma medida para reduzir o risco de infecção, não apenas entre os próprios atletas, mas também na sociedade japonesa".


O programa de vacinação para atletas olímpicos gerou polêmica no Japão, com atletas sendo vistos como tendo prioridade sobre o público em geral, que ainda não tem acesso à vacinação em massa.