1/3

Atletas terão seus celulares inspecionados ao voltarem de Pequim para o Japão


JAPÃO - A Agência de Esportes do Japão disse na terça-feira que os membros da delegação dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim do país terão seus dispositivos móveis inspecionados após o retorno, em meio a temores de que o aplicativo obrigatório possa representar um risco à segurança da privacidade dos atletas.


A JSA disse que os especialistas examinarão os dispositivos com o aplicativo oficial dos Jogos de Pequim, My2022, instalado e excluirão aplicativos suspeitos, se necessário, tudo com a permissão do proprietário do telefone.


A empresa pretende emprestar dispositivos móveis para a delegação paraolímpica japonesa que participará dos Jogos de Pequim, que começam em 4 de março, acrescentando que a JSA e o Centro Nacional de Prontidão e Estratégia para Incidentes de Segurança Cibernética disponibilizarão serviços de consultoria.


O governo já havia pedido aos que viajam para a China para os jogos que preparassem um dispositivo alternativo especificamente para o aplicativo My2022 e reduzissem seu uso ao mínimo e excluíssem o aplicativo ao deixar a China.


A mídia britânica informou antes dos Jogos de Pequim que sete países ocidentais, incluindo Grã-Bretanha e Estados Unidos, pediram que seus atletas não levassem smartphones pessoais com eles.


Também disse que um total de cerca de 1000 atletas e treinadores planejam descartar os telefones que usam nos jogos.