1/3

Austrália vai reabrir para viajantes do Japão


JAPÃO - A Austrália permitirá que titulares de vistos estrangeiros e viajantes do Japão e da Coréia do Sul entrem no país a partir de dezembro, disse o primeiro-ministro Scott Morrison na segunda-feira.


A Austrália restringiu amplamente a entrada de estrangeiros desde março de 2020, em uma tentativa de conter a disseminação do coronavírus. Mas, no domingo, o país atingiu 85% de sua população com 16 anos ou mais, tendo recebido duas doses da vacina.


"O retorno de trabalhadores qualificados e estudantes à Austrália é um marco importante em nosso caminho de volta", disse Morrison a repórteres em Canberra, enquanto o governo busca consolidar a recuperação econômica do país após a pandemia.


A partir de 1º de dezembro, estudantes totalmente vacinados, trabalhadores qualificados e portadores de visto de trabalho de férias não precisarão solicitar uma isenção à proibição de viagens internacionais.


Turistas vacinados do Japão e da Coreia do Sul também serão bem-vindos, bem como aqueles com vistos humanitários e portadores de visto provisório de família.


A entrada nos estados de New South Wales, Victoria e Australian Capital Territory ficará livre de quarentena assim que as restrições diminuírem na próxima semana. No entanto, os viajantes ainda podem enfrentar um período de quarentena obrigatório em outros estados e territórios com taxas de vacinação mais baixas.


Para tirar proveito das regras alteradas, os viajantes deverão fornecer comprovante de vacinação e retornar um teste PCR negativo 72 horas ou menos antes de partir para a Austrália.


O governo espera que 200.000 estudantes internacionais e trabalhadores qualificados entrem no país até janeiro, disse Morrison.


"Estaremos procurando ativamente trazer o máximo de pessoas para a Austrália o mais rápido possível", disse a ministra de Assuntos Internos, Karen Andrews, a repórteres.


A Austrália reabriu suas fronteiras em 1º de novembro para os cidadãos e residentes permanentes, permitindo que eles voltassem sem quarentena após cerca de 20 meses de rígidos controles de fronteira.


Com o aumento das taxas de vacinação, o país continuou a reduzir ainda mais as restrições de fronteira, permitindo o início de uma bolha de viagens entre a Austrália e Cingapura no domingo.