1/3

Bicampeonato mundial em dose dupla para o Japão em torneio mundial de judô na Hungria


HUNGRIA - Joshiro Maruyama e Ai Shishime triunfaram no campeonato mundial de judô na segunda-feira, cimentando o Japão no topo do quadro de medalhas em Budapeste, na capital húngara.


Shishime conquistou a categoria feminina de 52 kg, retomando o título que conquistou pela última vez em 2017, antes de Maruyama voltar a ser campeã mundial masculina de 66 kg.


Os membros da seleção de judô do Japão não estão disputando os campeonatos de 6 a 13 de junho na Hungria.

Com seu sonho olímpico chegando ao fim com uma derrota dolorosa no playoff para Hifumi Abe em dezembro passado, Maruyama, de 27 anos, manteve o título mundial ao vencer pacientemente o número 1 do mundo, Manuel Lombardo, da Itália na final.


"Pude lutar sem dar (a ele) uma chance. Me sinto aliviado", disse Maruyama, que já está visando os jogos de Paris em 2024. "Este campeonato vai dar ímpeto."


Budapeste mais uma vez foi um campo de caça feliz para Shishime, que ganhou seu primeiro campeonato mundial na capital húngara há quatro anos. Ela derrotou a espanhola Ana Perez na final, ganhando uma vitória ippon depois de lançar e imobilizar seu oponente.


A jovem de 27 anos disse que se sentiu pressionada a levar para casa o ouro devido à ausência do número 1 da França, Amandine Buchard, e da atual campeã olímpica Majlinda Kelmendi, de Kosovo.


"Estou aliviado", disse Shishime, que também está focada em chegar ao palco olímpico em três anos. "Talvez eu possa continuar com isso."


O Japão tem três medalhas de ouro em dois dias de torneio, com Natsumi Tsunoda tendo vencido a categoria feminina de 48kg no dia de abertura.