1/3

Boxeador Kazuto Iota testa positivo, porém para doping


JAPÃO - O campeão mundial super-mosca da WBO, Kazuto Ioka, havia testado positivo para doping em dezembro, quando defendeu o título pela segunda vez, disseram fontes familiarizadas com o assunto na segunda-feira.


O advogado particular de Ioka, Masanao Hattori, disse que o homem de 32 anos, que testou positivo para ingrediente de cannabis, nunca tomou drogas ilegais ou ilícitas.


A Comissão Japonesa de Boxe consultou a polícia depois que seu teste obrigatório deu positivo.


Hattori admitiu que um interrogatório voluntário de Ioka ocorreu, e disse em um comunicado, "Eu ouvi que a investigação foi concluída e entendo que ele foi inocentado da acusação."


O JBC informou que divulgará um comunicado nos próximos dias.


Ioka em 2019 se tornou o primeiro boxeador japonês a conquistar quatro divisões.


Ele defendeu seu cinturão mundial de super-mosca WBO na véspera de Ano Novo, batendo seu compatriota japonês e, anteriormente invicto, o desafiante do ranking Kosei Tanaka em um nocaute técnico na oitava rodada.


Ioka foi disciplinado pelo JBC em janeiro, depois que tatuagens em seu braço esquerdo tornaram-se visíveis durante a partida.