1/3

Boxeador mexicano abdica do cinturão e é cedido a Ryota Murata


EUA - A Associação Mundial de Boxe disse quinta-feira que promoveu Ryota Murata do Japão ao posto de "super campeão" dos médios. O anúncio é feito uma semana depois que o mexicano Saul "Canelo" Alvarez desocupou o título.


Murata, a medalhista de ouro dos médios nos Jogos Olímpicos de Londres de 2012, se tornou o campeão dos médios da WBA em 2017.


O pugilista de 34 anos perdeu sua segunda defesa de título contra Rob Brant em outubro de 2018, mas recuperou o cinturão com um nocaute técnico no segundo assalto em uma revanche contra o americano em julho de 2019.


A WBA disse que pode reconhecer um lutador como um super campeão em circunstâncias especiais, acrescentando que considera a "carreira e registro de Murata como uma circunstância meritória para a nomeação".


"É um pouco estranho receber esta notícia quando não tenho conseguido lutar devido à pandemia do coronavírus", disse Murata, que lutou pela última vez em dezembro de 2019, no site de sua academia.


"Mas eu aceito positivamente, pois vai me dar uma chance melhor de uma luta pela unificação do título com um campeão de outra organização."


Murata tem 16 vitórias, 13 nocautes e 2 derrotas na carreira profissional. Ele se torna o terceiro japonês a receber o título de super campeão, depois de Takashi Uchiyama no superpluma e Hiroto Kyoguchi no peso mosca leve.