1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Casal que matou garota de Tóquio em Yamanashi é indiciado pela promotoria


JAPÃO - Um casal foi indiciado por assassinar uma estudante de ensino médio de Tóquio, de 18 anos, na prefeitura de Yamanashi, no final de agosto, disseram os promotores de Tóquio.


Shohei Komori, 27, e sua esposa Izumi, 28, estrangularam a menina com uma corda em um galpão de armazenamento em Yamanashi e esfaqueou-a várias vezes nas costas com uma faca em 30 de agosto, de acordo com a acusação.


Com base em imagens de câmeras de segurança, os investigadores acreditam que o casal pegou a garota, uma estudante do último ano de uma escola particular e residente no bairro Sumida, em Tóquio, em 28 de agosto. Os três passaram a noite na casa do casal em Shibukawa, na província de Gunma.


Acredita-se que eles deixaram Gunma na noite seguinte e chegaram ao galpão de armazenamento em 30 de agosto, de acordo com os investigadores. Uma faca manchada de sangue foi encontrada no galpão.


O casal foi preso no dia 31 de agosto por suspeita de abandonar o corpo da menina, depois que a polícia os prendeu um dia antes na prefeitura de Nagano, no centro do Japão. Eles receberam um novo mandado de prisão por assassinato em 20 de setembro.


Komori disse à polícia que conheceu a vítima há cerca de dois anos por meio do Twitter, e que sua esposa ficou com ciúmes ao saber dela, informou a polícia.


A menina saiu de casa na tarde de 28 de agosto, contando à mãe que planejava ver alguns amigos e que voltaria à noite. Sua mãe ligou para a polícia mais tarde naquele dia, quando ela não pôde ser contatada. O casal admitiu ter matado a garota e despejado seu corpo.