1/3

Centro Aquático de Tóquio é inaugurado


TÓQUIO - O recém-construído local de natação para as Olimpíadas de Tóquio no próximo ano foi inaugurado em uma cerimônia no sábado, com a estrela da natação japonesa Rikako Ikee, que lutou contra a leucemia, participando de uma demonstração de revezamento.


A jovem de 20 anos, que tem os olhos postos nos Jogos de Paris de 2024 ao se recuperar de um diagnóstico de leucemia no ano passado, foi a âncora de um revezamento de 50 metros no Centro Aquático de Tóquio.


"Depois de ver a piscina, finalmente percebi que no próximo ano, é aqui que as Olimpíadas serão realizadas", disse Ikee em um comunicado divulgado por sua empresa de gestão. Ela acrescentou que o evento é uma "boa chance" de conversar com atletas que ela não costuma encontrar.


A instalação, que possui quatro andares acima do solo e um abaixo, terá capacidade para cerca de 15 mil espectadores durante os jogos. Será palco de eventos de natação, mergulho e natação artística.


Concluído em fevereiro e localizado no agrupamento de locais de jogos da Baía de Tóquio, estava programado para ser revelado em março até que o surto de coronavírus causasse o adiamento da abertura e dos Jogos de Tóquio.


O local é um dos seis recém-construídos para os jogos pelo governo metropolitano de Tóquio.


Depois de divulgar sua doença em fevereiro do ano passado, Ikee foi hospitalizada em dezembro. Ela voltou à competição em agosto de 2020.


Antes de seu diagnóstico, Ikee, uma especialista em estilo livre e borboleta, era uma candidata à medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ela detém vários recordes nacionais e foi nomeada a primeira MVP feminina dos Jogos Asiáticos em 2018, depois de ganhar seis medalhas de ouro.