1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

China volta a aceitar estudantes japoneses após dois anos de pausa em virtude da pandemia


CHINA - O governo chinês voltou a aceitar estudantes japoneses, que haviam sido suspensos por aproximadamente dois anos e meio devido à propagação do novo coronavírus.


Após a disseminação global, o governo chinês tomou medidas para suspender a entrada de estrangeiros, com exceção de diplomatas, entre outros no país a partir de março.


Segundo a Associação Comercial Sino-japonesa, uma associação de empresas japonesas que opera na China, há aproximadamente 220 estudantes japoneses que retornaram temporariamente ao Japão e não puderam retornar à China ou se estiveram se preparando para entrar em uma nova escola a partir do próximo mês, e a associação solicitou ao governo chinês que retomasse a emissão de vistos.


Neste contexto, a Embaixada chinesa em Tóquio retomou, até o dia 23, os procedimentos de solicitação de visto necessários para que os estudantes japoneses estudem na China.


As medidas de orla marítima da China para as novas coroas exigem uma combinação de 10 dias de isolamento e observação da saúde em instalações designadas após a entrada, após os quais será possível assistir a aulas em universidades e outras instituições.