1/3

Chuva torrencial cancela jogos da J League e emite alerta para vários locais do Japão


JAPÃO - As chuvas torrenciais continuaram em grandes áreas do Japão no sábado, com a agência meteorológica emitindo alertas de emergência na província de Hiroshima, bem como três prefeituras em Kyushu, todas as quais registraram chuvas recordes.


Alguns jogos da J League da primeira e da segunda divisão também foram adiadas para os dias seguintes, como Sanfrecce Hiroshima x Vissel Kobe, pela J1 e V-Varen Nagasaki x Montedio Yamagata, pela J2.


Deslizamentos de terra e inundações são temidos em uma ampla área que se estende do oeste do Japão ao nordeste do país, com uma frente sazonal que deve pairar perto da ilha principal de Honshu por uma semana, de acordo com a Agência Meteorológica do Japão.


As autoridades locais emitiram o maior nível de alerta para cerca de 1,42 milhão de pessoas de cerca de 650.000 famílias nas três prefeituras de Fukuoka, Saga e Nagasaki no norte de Kyushu, bem como na prefeitura ocidental de Hiroshima, pedindo que tomem medidas para garantir sua segurança, segundo a Agência de Gerenciamento de Incêndios e Desastres.


O ministro de desastres, Yasufumi Tanahashi, pediu aos residentes nas áreas afetadas "que tomem medidas para salvar suas vidas sem hesitação, caso sintam uma pequena ameaça".


Em uma entrevista coletiva, um funcionário da agência meteorológica disse que alertas de chuva forte também podem ser emitidos em algumas áreas do oeste e leste do Japão.


No período de 24 horas até a manhã de domingo, a previsão é de até 300 milímetros de chuva na região central de Tokai no Japão, e até 250 mm em áreas mais amplas, incluindo Shikoku e Kinki no oeste do Japão, a região de Kanto-Koshin centrada em Tóquio e Kyushu.


Além disso, até 200 mm são esperados na região de Chugoku, no oeste do Japão. Enquanto isso, o governo da cidade de Unzen, Prefeitura de Nagasaki, identificou um corpo encontrado em um deslizamento de terra causado pela chuva na sexta-feira como sendo o de Fumiyo Mori, 59.


Os outros dois desaparecidos foram identificados como seu marido Yasuhiro, 67, e sua filha Yuko, 32.