top of page
1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Cinco homens envolvidos na briga generalizada em prédio de Tóquio são presos pela polícia


JAPÃO - A polícia prendeu cinco homens envolvidos numa briga em massa que eclodiu quando um grupo de cerca de 100 pessoas jantava em um restaurante em um arranha-céu de Tóquio em outubro.


A briga supostamente eclodiu depois que membros não convidados da gangue Chinese Dragon chegaram e forçaram a entrada em uma função fechada que se acredita ter sido realizada para celebrar a libertação de um membro sênior da prisão em agosto.


Jiang Haifeng, um cidadão chinês de 51 anos, que se presume ser o chefe de uma facção de gangues com sede na área de Ueno, em Tóquio, está entre os cinco suspeitos de obstrução forçada de negócios e entrada não autorizada em um prédio.


O incidente aconteceu no 58º andar da torre Sunshine 60, no distrito de Ikebukuro, em 16 de outubro.


De acordo com a polícia, imagens de câmeras de segurança mostraram cerca de 20 pessoas, incluindo Jiang, indo em direção ao restaurante, que estava totalmente lotado para a noite.


O grupo também é suspeito de atirar pratos e garrafas de vidro durante a briga. Jiang foi citado dizendo aos investigadores que ele "não pretendia transformá-lo em uma briga".


O Dragão Chinês é composto principalmente por descendentes de segunda e terceira geração de órfãos japoneses deixados para trás na China quando o Japão se retirou do país no final da Segunda Guerra Mundial.


Um homem foi levado para um hospital com um ferimento na cabeça após o incidente, mas os funcionários do restaurante saíram ilesos, de acordo com a polícia.

bottom of page