1/3

Clubes japoneses e sul-coreanos atingidos por vírus após os jogos da ACL em Tashkent


JAPÃO - Duas equipes coreanas que recentemente disputaram partidas da fase de grupos da Liga dos Campeões da Ásia no Uzbequistão estão enfrentando uma onda de infecções por coronavírus que levaram ao adiamento de vários jogos da K-League, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap na sexta-feira.


Quatro clubes da liga hangul relataram um total de 18 casos positivos até agora, de acordo com a Yonhap, com o Daegu e Jeonbuk tendo um jogador e um técnico com diagnóstico de COVID-19 após retornar de Tashkent. O Seongnam FC que não está na competição, registrou a maioria dos casos, com 15.


O relatório foi divulgado um dia depois que a J-League anunciou seis novos casos entre os clubes japoneses que retornaram de Uzbequistão. Dois jogadores e dois funcionários do Gamba Osaka tiveram resultados positivos desde o retorno, enquanto dois funcionários do Kawasaki Frontale também foram infectados.


Os dois clubes japoneses voltaram para casa na segunda-feira em voos fretados particulares, com todas as análises de vírus do aeroporto negativas na chegada. Um membro da equipe do Gamba testou positivo dois dias depois, com as outras infecções também confirmadas por meio de teste de PCR.


Os jogos da primeira divisão da J-League envolvendo os dois clubes acontecerão conforme programado no sábado, sem a equipe e os jogadores afetados.