1/3

Coleção particular de arte do falecido designer japonês Kenzo é leiloada


FRANÇA - A coleção particular do estilista japonês Kenzo Takada, com cerca de 400 obras de arte, móveis e outros itens que enfeitavam seu apartamento em Paris, foi leiloada na terça-feira em Paris.


Entre os que obtiveram os preços mais altos estavam um cavalo de madeira de cerca de 2.000 anos datado da dinastia Han da China e um conjunto de obras do fotógrafo americano William Eggleston, custando cerca de 32.000 euros (38.000 dólares) e 36.000 euros, respectivamente.


O ícone internacional que fundou a marca Kenzo morreu em outubro passado, aos 81 anos, após contrair o novo coronavírus na França.


Entre outros itens, seu autorretrato em traje Noh foi comprado por cerca de 24.000 euros no leilão de mais de sete horas da Artcurial.


A coleção de itens do apartamento no bairro de Saint-Germain onde ele passou seus últimos anos também incluía um grande lustre pendurado em uma sala de estar, um sofá e suas próprias criações de talheres, como copos e porcelana. Um leilão online de cerca de 130 criações de guarda-roupas originais vai até quarta-feira.