1/3

Combustível francês chega a usina nuclear no Japão


JAPÃO - Um navio de carga transportando combustível de óxido misto de urânio-plutônio processado na França chegou a uma usina nuclear no Japão central, o terceiro embarque desde o desastre nuclear de Fukushima em 2011.


O embarque do combustível MOX será usado para os reatores 3 e 4 da usina de Takahama, em Fukui, de acordo com a operadora da usina da Companhia Elétrica de Kansai. Os reatores atualmente usam combustível MOX para a chamada geração de energia plutérmica.


O combustível, criado com plutônio e urânio extraído do reprocessamento do combustível usado do reator, é um componente-chave da política de reciclagem de combustível nuclear do Japão, com poucos recursos.


Cerca de 20 moradores locais protestaram fora da usina contra a chegada do carregamento de combustível MOX que deixou a França em setembro, dizendo que o combustível não deveria ser usado devido ao risco de plutônio ser desviado para a fabricação de armas nucleares.


Após a chegada do navio ao porto da usina, o descarregamento dos contêineres de cerca de 6,2 metros de comprimento e 108 toneladas começou após a medição do nível de radiação.


O combustível MOX também está sendo usado para geração plutérmica em um reator na usina nuclear de Ikata, em Ehime, oeste do Japão, e em outro reator na usina nuclear de Genkai, em Saga, no sudoeste do país.


A maioria dos reatores nucleares do Japão está desativada devido a padrões de triagem mais rígidos introduzidos após a crise nuclear de 2011.