1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Daizen Maeda estreia no Celtic com direito a gol na Escócia


ESCÓCIA - Daizen Maeda causou uma excelente primeira impressão entre os torcedores do Celtic na segunda-feira, quando marcou aos quatro minutos de estreia, na vitória do gigante escocês por 2 a 0 contra o Hibernian no campeonato.


O ex-atacante do Yokomarinos se viu desmarcado no meio da área e não cometeu nenhum erro na finalização, com o pé direito a bola na rede para o início perfeito de seu tempo em Glasgow.


Maeda foi acompanhado na estreia pela Premiership Escocesa por seus compatriotas Reo Hatate e Yosuke Ideguchi, este último saindo do banco para substituir o primeiro aos 29 do segundo tempo no Celtic Park.


O ex-técnico dos Marinos, Ange Postecoglou, que trouxe o trio japonês para a Escócia na janela de transferências de janeiro, elogiou os três.


"Tenho certeza de que ele está satisfeito", disse o australiano sobre Maeda. "Ele é um atacante, ele é um artilheiro. Eu pensei que era um bom jogo apenas para expor os rapazes, e Yosuke mais tarde, para o que é jogar neste clube de futebol."


"Achei que os três se saíram bem."


Maeda ganhou as manchetes, mas foi Hatate quem teve o maior impacto no jogo do meio-campo, e ele quase marcou aos 40 minutos com um chute de pé direito de fora da área que trouxe uma grande defesa do goleiro do Hibernian Matt Macey.


Postecoglou disse que o ex-jogador do Kawasaki Frontale, Hatate, tem "muito mais" a oferecer após sua estreia estelar.


"Quando você o conhece, ele é um jovem muito determinado", disse Postecolglou.


"Ele mostra sinais de chegar ao topo do jogo, sairá do campo esta noite sabendo que foi bem e atuou em nível, mas vai querer mais. Esse é o tipo de personalidade que ele é".


Kyogo Furuhashi não participou do jogo porque ainda está se recuperando de uma lesão no tendão sofrida em dezembro, com o técnico dizendo que não se recuperou tão bem quanto o clube esperava e ficará de fora. por mais uma ou duas semanas.


"Vamos esperar para ver o que acontece esta semana. Esperávamos que ele voltasse mais rápido, mas provavelmente saberemos melhor no final da semana", disse o técnico de 56 anos.