1/3

Delegação da Uganda chega ao Japão com um membro infectado


JAPÃO - Um membro da equipe olímpica de Uganda testou positivo para o coronavírus na chegada ao Japão e teve sua entrada negada no país, no primeiro caso conhecido entre equipes que viajavam do exterior para as Olimpíadas, disseram autoridades governamentais no domingo.


O membro da equipe, que testou positivo depois de chegar ao aeroporto de Narita fora de Tóquio na noite de sábado, fazia parte de um grupo de nove atletas de Uganda competindo em boxe, levantamento de peso e natação, e treinadores. Os outros oito membros viajaram de ônibus para sua cidade anfitriã, Izumisano, na prefeitura de Osaka no oeste do Japão, no domingo.


A Seleção Ugandesa é o segundo grupo de atletas a chegar ao Japão para os Jogos de Tóquio, depois da seleção australiana de softbol feminino, que chegou ao Japão para um acampamento pré-olímpico em 1º de junho.


O membro não identificado da equipe recebeu duas doses da vacina desenvolvida pela AstraZeneca da Grã-Bretanha e apresentou um resultado de teste negativo emitido 72 horas antes da partida.


Um representante da cidade anfitriã disse que todos os membros da delegação de Uganda estão totalmente vacinados.


"Vamos pedir aos oito membros que não treinem por algum tempo, exijam testes diários e garantam práticas rígidas de prevenção e controle de infecções para que possamos enviá-los aos jogos com segurança", disse Hiroyasu Chiyomatsu, o prefeito de Izumisano.


Entretanto, Takashi Nishi, o presidente do hotel onde a equipa está alojada, disse que os anfitriões vão "preparar-se" e dar o seu melhor para apoiar a delegação da nação da África Oriental.


Os membros da equipe desceram do ônibus carregando sua bandeira nacional, acenaram para os repórteres e se disponibilizaram para uma oportunidade de foto.


Os membros da equipe, cuja chegada foi adiada por três dias devido a um aumento nos casos de COVID-19 em Uganda, estão programados para treinar em instalações em Izumisano e nas proximidades de Kishiwada até 19 de julho, enquanto se preparam para a pandemia atrasada nas Olimpíadas, devido a abre em 23 de julho.


Também no domingo, 14 membros da equipe nacional de remo da Dinamarca chegaram ao aeroporto de Haneda, tornando-se o terceiro grupo de atletas olímpicos estrangeiros a pousar no Japão. A equipe seguirá para a cidade-sede de Ogata, na província de Akita, e permanecerá lá até 18 de julho.


Os integrantes da equipe passarão por testes de PCR todos os dias e terão restrições de locomoção.


No final deste mês, a equipe nacional de tênis de mesa de Cingapura deve pousar no Japão e acampar em Shimada, na província de Shizuoka, a partir de 27 de junho.