1/3

Dois homens são presos por sequestro relâmpago em Midori


GUNMA - Dois homens que se passavam por policiais à paisana invadiram a casa de um homem e o sequestraram em Midori, na província de Gunma. O crime aconteceu no final de julho, mas somente agora os suspeitos foram localizados e presos. Ambos tem 26 anos de idade: Shun Kodaira, que trabalhava num escritório em Tatebayashi e Reio Iijima, um pintor da região.


De acordo com as investigações policiais, os dois foram à uma casa em Oma se passando por policiais à paisana, por volta das 21h do dia 31 de julho, invadiram, roubaram e confinaram um homem de 45 anos que morava sozinho nesta casa.


A dupla confessou o crime dizendo que roubou uma carteira contendo cerca de 16.000 ienes em dinheiro, dois cartões de crédito e um telefone celular e, em seguida, confinaram a vítima no porta-malas de um carro e os levou cerca de 50 minutos.


A polícia identificou Kodaira a partir de audiências no local e imagens das câmeras de segurança, e conseguiram prendê-lo na quarta, dia 7, enquanto o seu comparsa foi preso dois dias depois. Em resposta à investigação, os dois afirmaram que o fizeram com amigos e ambos admitiram a suspeita.


Além disso, com o roubo do cartão de crédito, um total de cerca de 600.000 ienes foi retirado do caixa eletrônico de um konbini em três lotes, portanto, a polícia está investigando os crimes restantes supondo que haja suspeita de roubo e investigando os motivos detalhados.