TSJ MN_edited.png

1/3

Dois japoneses morrem em meio ao lockdown em Xangai, causa da morte é desconhecida


CHINA - Dois japoneses que moravam em Xangai morreram durante o lockdown que começou no final de março em meio ao surto de COVID-19, disse o governo japonês na quarta-feira, mas as causas são desconhecidas.


É a primeira confirmação de mortes de japoneses no país desde que Xangai, o centro comercial e financeiro da China com uma população de cerca de 25 milhões, foi fechada para impedir a propagação do novo coronavírus. O Consulado-Geral do Japão na cidade se recusou a fornecer detalhes sobre as pessoas por motivos de privacidade.


Como o movimento de pessoas ainda foi significativamente restrito em Xangai, muitos ficaram frustrados com as restrições abrangentes sob a política radical de "corona-zero" do governo comunista.


Em toda a China, inclusive em sua capital Pequim, um grande número de pessoas também foi proibido de deixar suas casas ou bairros residenciais, causando um duro golpe nas atividades empresariais e de consumo na segunda maior economia do mundo.


Na quarta-feira, o governo central instou as autoridades locais a tomar medidas para sustentar a desaceleração da economia, informou a mídia chinesa.