1/3

Dois membros da SDF se infectaram durante missão na África


DJIBUTI - Dois membros da Força de Autodefesa Terrestre despachados para Djibuti, no leste da África, foram infectados com o novo coronavírus, disse o Ministério da Defesa japonês no sábado.


Os dois estão entre cerca de 80 soldados GSDF designados para guardar uma base como parte da missão antipirataria do Japão em águas ao largo da Somália, que envolve navios da Força de Autodefesa Marítima e aeronaves de patrulha operando no Golfo de Aden.


Cerca de 20 pessoas do contingente que estiveram em contato com a dupla infectada foram isoladas, disse o ministério, acrescentando que a missão da unidade não foi prejudicada pelo isolamento.


Os dois soldados, que têm entre 20 e 30 anos, reclamaram de febre, dor de cabeça e outros sintomas na sexta-feira. Eles foram encontrados infectados com o vírus após serem testados no consultório médico da base e ambos estão em condição estável, segundo o ministério.