1/3

Dono de restaurante japonês é vitima de latrocínio no México


MÉXICO - O dono de um restaurante japonês de 43 anos foi morto a tiros no México na quinta-feira no que parece ser um caso de roubo-assassinato, informou a mídia local.


O japonês, cujo nome se acredita ser Taro Yoshida, foi encontrado morto em um restaurante de macarrão ramen na cidade de Tijuana, no noroeste do México. Seu colega descobriu o corpo na manhã de quinta-feira depois de perceber que a câmera de segurança havia sido quebrada e uma porta estava entreaberta.


Os relatórios afirmam que Yoshida foi baleado na cabeça e no peito e caiu em uma cadeira no segundo andar do restaurante. Dinheiro totalizando mais de 100.000 ienes ($ 910) foi roubado de um cofre cuja porta permanecia aberta.


Citando um segurança do restaurante, os relatórios também disseram que Yoshida havia saído com dois homens na manhã de quinta-feira e os três voltaram juntos, mas nada sobre a interação levantou suspeitas.


De acordo com relatos locais e a página do restaurante no Facebook, Yoshida administra duas lojas de ramen em Tijuana.