1/3

Duas pessoas são presas por abuso de 450 cães em Nagano


NAGANO - Dois homens foram presos por de abusar de cerca de 450 cães encontrados em péssimas condições em um canil na cidade de Matsumoto.


Os dois são Koji Momose, 60, ex-chefe da construtora Daiyoku Kensetsu, que administra a instalação na cidade na província de Nagano, e Kenji Aruga, 48, funcionário da empresa.


A polícia disse acreditar que os homens - que foram presos por supostamente violarem a lei de bem-estar animal - não recolheram as fezes dos cães e deixaram animais doentes e feridos sem cuidados em condições miseráveis.


A maioria dos cães são raças menores, com 58 exibindo sintomas de cegueira e outros problemas ópticos, de acordo com a polícia.