1/3

Eliminatória Olímpica de Saltos Ornamentais em Tóquio pode ser cancelado em virtude da pandemia


JAPÃO - A FINA, órgão regulador mundial da natação, está considerando o possível cancelamento da Copa do Mundo de Mergulho, que também serve como o evento de qualificação final e teste para as Olimpíadas de Tóquio, devido a preocupações com o coronavírus, disse uma fonte próxima ao assunto na sexta-feira.


De acordo com a fonte, a FINA e os organizadores dos jogos estão ponderando se cancelarão o evento de 18 a 23 de abril no Centro Aquático de Tóquio, após uma onda de cancelamentos entre os 600 atletas e oficiais que planejavam viajar para o Japão de mais de 40 países e regiões.


O presidente do Comitê Organizador das Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio, Seiko Hashimoto, disse que os organizadores receberam uma carta da FINA, acrescentando que "ainda não houve explicações detalhadas" e "adiar o evento ou organizá-lo em um local alternativo não é realista".


O risco de infecção por coronavírus entre atletas e oficiais, bem como a imparcialidade da competição, são considerados alguns dos fatores por trás da postura da FINA. As alocações de slots olímpicos para países e regiões que teriam sido acertadas na competição de Tóquio precisarão ser resolvidas se o evento for cancelado.


A FINA já mudou a qualificação final de natação artística de 4 a 7 de março em Tóquio, o primeiro evento-teste olímpico com contramedidas COVID-19 em vigor, para 1 a 4 de maio.


Esperava-se que a Copa do Mundo de Mergulho da FINA apresentasse os melhores mergulhadores de todo o mundo no trampolim de 3 metros e na plataforma de 10 metros em eventos individuais e sincronizados.


O evento foi adiado de abril do ano passado devido à pandemia.