1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Elon Musk comenta queda de natalidade e diz que Japão pode deixar de existir ao atingir tal ponto


JAPÃO - Elon Musk alertou que o Japão perecerá se não reverter sua taxa de natalidade em declínio, respondendo a um tweet de um artigo jornalístico que dizia que a população do país viu sua maior queda registrada em 2021.


"Com o risco de afirmar o óbvio, a menos que algo mude para fazer com que a taxa de natalidade exceda a taxa de mortalidade, o Japão eventualmente deixará de existir. Isso seria uma grande perda para o mundo", disse Musk, que recentemente adquiriu o Twitter, em um post em sua conta.


Musk mencionou várias vezes no passado sua preocupação com um "colapso" populacional global como potencialmente o maior risco para a civilização humana.


No post, Musk estava respondendo a um tweet de um artigo de abril da agência de notícias que afirmava que a população do Japão caiu em um recorde de 644.000 pessoas para pouco mais de 125,5 milhões em 2021, marcando o 11º ano consecutivo de declínio. A queda foi a maior desde 1950, quando dados comparáveis se tornaram disponíveis.