top of page
1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Em visita ao Itamaraty, Hayashi assina acordos bilaterais entre Japão e Brasil


BRASIL - O Ministro das Relações Exteriores, Yoshimasa Hayashi visitou o Itamaraty na manhã desta segunda, dia 9, em um encontro com o homólogo brasileiro, Mauro Vieira para a realização da 3ª edição do Diálogo de Chanceleres.


Assuntos como ampliação de comércio, investimentos, segurança energética e alimentar, descarbonização, política de vistos para viagens de curta duração, integração nikkei no Japão, cooperação técnica e diálogo multilateral.


Em declaração, Hayashi condenou as invasões de domingo: "No que diz respeito as manifestações de ontem, ameaça à democracia através da violência é inadmissível. Manifesto meu apoio ao Presidente Lula que foi eleito de forma democrática no Brasil."


Os dois ministros das Relações Exteriores também concordaram em trabalhar juntos para manter e fortalecer a ordem internacional baseada no Estado de Direito, incluindo a reforma do Conselho de Segurança, dado que tanto o Japão quanto o Brasil são membros não permanentes do Conselho de Segurança da ONU.


Em uma declaração conjunta à imprensa, o Ministro Hayashi disse: "Gostaríamos de trabalhar em estreita colaboração com o Brasil sob a nova administração, não apenas para fortalecer as relações bilaterais, mas também para trabalhar em estreita colaboração em questões internacionais".


Foi assinado, após o encontro, instrumento bilateral voltado ao estabelecimento de uma rede eficaz de monitoramento genômica em tempo real para a COVID-19, em resposta a futuras ameaças de infecção, parceria entre a Fiocruz e o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas.


Os dois países mantêm Parceria Estratégica e Global e trabalham para a atualização da governança internacional.


Sobre a questão das leis imigratórias, nada foi mencionado durante o discurso feito pelo ministro japonês o que deixa milhares de pessoas com dúvidas sobre a política que perdura por décadas sobre a elegibilidade de Yonseis.


bottom of page