1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Empresário Yusaku Maezawa chega à ISS como primeiro civil japonês


CAZAQUISTÃO - O empresário japonês Yusaku Maezawa chegou à Estação Espacial Internacional a bordo de uma espaçonave russa Soyuz lançada do Cosmódromo Baikonur, no Cazaquistão, na quarta-feira, tornando-se o primeiro civil japonês a permanecer na estação espacial.


A espaçonave Soyuz carregando o fundador de 46 anos da grande varejista de moda online Zozo Inc. decolou às 12h38 e atracou na ISS após uma viagem de seis horas, com Maezawa permanecendo por 12 dias até 20 de dezembro.


Ele havia recebido treinamento por cerca de 100 dias e foi aprovado no exame final necessário para viajar para a ISS em novembro.


O empresário bilionário é o primeiro japonês em um vôo espacial comercial em 31 anos, depois do repórter Toyohiro Akiyama da TBS em 1990, e será o décimo civil a permanecer na ISS.


A indústria de viagens espaciais está crescendo, liderada por empresas americanas, com civis que decolaram superando os astronautas este ano. Maezawa indicou que seus custos com viagens espaciais totalizariam cerca de 10 bilhões de ienes.


Sob um contrato com a empresa de viagens espaciais dos US Space Adventures, Maezawa foi para a ISS com seu gerente Yozo Hirano, 36, e o astronauta russo Alexander Misurkin.


Maezawa, que disse ter sonhado em viajar para o espaço, planeja enviar vídeos no YouTube sobre 100 coisas que fará no espaço, incluindo pilotar aviões de papel e jogar badminton com um astronauta. O empresário pediu às pessoas que apresentassem ideias sobre o que ele deveria fazer.


O empresário japonês também participará de experiências médicas russas.


"Enquanto me preparo para o lançamento, estou animado para compartilhar todos os aspectos da minha jornada com todos na Terra", disse Maezawa antes da decolagem, de acordo com a Space Adventures.


Maezawa disse que pretende usar a viagem como um trampolim para sua órbita planejada da Lua com a empresa americana SpaceX em 2023, naquela que será a primeira viagem organizada por uma empresa privada.


“Também vejo esta viagem como uma oportunidade de me preparar para ser o melhor anfitrião possível quando eu e oito talentosos tripulantes de todo o mundo embarcarmos na primeira missão civil ao redor da Lua em 2023”, disse ele.