1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Empresa implantará serviços de segurança ferroviário através de Inteligência Artificial e 3D


JAPÃO - Em uma tentativa de evitar acidentes em cruzamentos, um novo sistema que utiliza análise de imagens através de IA e 3D para detectar se alguém foi deixado para trás será introduzido pela Seibu a partir da próxima semana.


De 2016 até 2021, ocorreram 1071 acidentes, resultando em 454 mortes, e vários acidentes ocorreram quando idosos foram deixados para trás em passagens de nível.


A Seibu Railway, que vem desenvolvendo o sistema com fabricantes de eletrônicos e outros, introduzirá agora dois novos sistemas: um que usa IA para detectar uma presença humana a partir das imagens das câmeras durante o cruzamento, e outro que usa a análise de imagens de câmeras 3D na passagem de nível para reconhecer pessoas com base em sua altura e espessura.


Ambos os sistemas detectam anormalidades quando pessoas, ciclistas ou outros objetos permanecem na passagem de nível por vários segundos após os disjuntores terem começado a abrir, e emitem um sinal de parada para o maquinista do trem para alertar sobre o perigo.


A Seibu Railways começará a operar o sistema no dia 14 deste mês em três pequenas passagens de nível onde nenhum carro pode passar.


Segundo o Ministério da Terra, Infra-estrutura, Transporte e Turismo, esta é a primeira vez no Japão que um sistema que detecta especificamente pessoas em passagens de nível é colocado em prática usando câmeras 3D, embora alguns sistemas de IA tenham sido usados.


Takaharu Inuzuka, Gerente da Seção de Sinalização e Comunicações da Seibu Railway, diz: "Até agora, tivemos que pedir às pessoas presentes que apertassem o botão de emergência, mas detectando à noite e quando ninguém estiver presente, esperamos reduzir ao máximo o número de acidentes nas passagens de nível".