1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Eneos anuncia retirada de sua empresa de projeto de gás natural de Mianmar


JAPÃO - A empresa de energia Eneos disse que vai sair de um projeto de gás natural em Mianmar devido a tumultos políticos no sudeste asiático.


Suas subsidiárias, JX Nippon Oil & Gas Exploration, tem uma participação de 40% em uma empresa conjunta com sede em Tóquio que participa do projeto.


A primeira citada, que detém uma participação de 19,3% nos campos de gás Yetagun de Mianmar, notificou seus parceiros de negócios da decisão na sexta-feira, disse a empresa em comunicado. O governo japonês é o principal acionista da empresa conjunta com uma participação de 50%, com a Mitsubishi tendo os 10% restantes.


A Eneos disse que a JX Nippon Oil & Gas Exploration, que tem uma participação de 19,3% no projeto, levou em consideração "a situação atual do país, incluindo as questões sociais, e a economia de projetos com base na avaliação técnica" dos campos de gás.


A refinaria de petróleo é a mais recente empresa japonesa a se retirar de Mianmar após o golpe militar em fevereiro de 2021.


Em fevereiro deste ano, a Kirin disse que se retiraria do mercado de cerveja de Mianmar para encerrar prontamente uma parceria comercial com uma entidade ligada aos militares no país.


E de acordo com a declaração da Eneos, a retirada entrará em vigor após a aprovação do governo de Mianmar. A empresa disse que o impacto da saída em seus ganhos deve ser mínimo.