1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Equipe de energia atômica visitará Fukushima para examinar água tratada


JAPÃO - Uma equipe de especialistas da Agência Internacional de Energia Atômica visitará a usina nuclear de Fukushima Daiichi na próxima semana para revisar o plano do Japão de descarregar água radioativa tratada no mar, disse o governo na segunda-feira.


Durante a permanência no país, de 14 a 18 de fevereiro, os especialistas avaliarão a segurança da liberação da água tratada, com visita à usina de Fukushima prevista para 15 de fevereiro, segundo os ministérios das Relações Exteriores e da Indústria do Japão.


A avaliação no local pelos especialistas liderados por Gustavo Caruso, diretor e coordenador do Departamento de Segurança e Proteção Nuclear da AIEA, estava inicialmente prevista para meados de dezembro, mas adiada devido à rápida disseminação da variante Omicron.


A equipe também trocará pontos de vista com o governo japonês e a TEPCO, operadora da usina de Fukushima, sobre a cooperação no tratamento da água tratada, disse o ministério da indústria, acrescentando que a AIEA realizará uma entrevista coletiva on-line sobre 18 de fevereiro.


A água bombeada para resfriar o combustível derretido na usina, prejudicada pelo terremoto e tsunami de 2011 no nordeste do Japão, vem se acumulando no complexo. Ele se misturou com a chuva e as águas subterrâneas no local, tornando-se contaminado.


A água é tratada usando um sistema avançado de processamento de líquidos. O processo remove a maior parte do material radioativo, exceto o trítio, que se diz apresentar poucos riscos à saúde. Tóquio decidiu em abril do ano passado liberar a água tratada no Oceano Pacífico.


Para melhorar a transparência do projeto de descarga de água, o Ministério da Indústria do Japão e a AIEA concordaram que o órgão internacional compilará um relatório provisório de avaliação de segurança em 2022.