1/3

Estúdios Universal no Japão completa 20 anos


JAPÃO - O Universal Studios Japan, na cidade ocidental de Osaka, comemorou seu 20º aniversário na quarta-feira, mas sem nenhum evento de grande escala para comemorar a ocasião devido à pandemia do coronavírus.


O complexo de entretenimento com tema de filme tornou-se um dos maiores ímãs turísticos do Japão. Mas uma grande queda no número de visitantes estrangeiros devido aos limites de entrada no Japão para evitar a propagação do vírus continua a pesar em suas receitas.


Sob o lema "No Limit!" para comemorar o aniversário, o parque de diversões realiza eventos de dança com personagens do popular programa de televisão americano "Vila Sésamo" desde meados de março.


"O parque realiza eventos temáticos em filmes e jogos com os quais estou familiarizado, então fico animada toda vez que venho aqui", disse uma mulher de 31 anos de Takatsuki, na província de Osaka, que costumava visitar o centro de diversão desde a sua abertura em março de 2001.


"Embora eu visite o parque com menos frequência em comparação com antes da pandemia, continuarei a vir aqui", disse ela.


Pouco depois de seu nascimento, em meio às expectativas de que impulsionaria a economia da região de Kansai, no oeste do Japão, o parque enfrentou uma batalha difícil, pois inicialmente tinha poucas instalações voltadas para crianças pequenas.


No entanto, a afluência de clientes começou a aumentar com o lançamento, em 2012, de áreas destinadas a crianças pequenas e seus pais. Uma atração baseada na série de filmes blockbuster "Harry Potter", que estreou em 2014, adicionou ao ímpeto.


Em 18 de março deste ano, o parque adicionou "Super Nintendo World", uma área baseada no "Super Mario Bros." da Nintendo Co. série de jogos, com sua lista de atrações, incluindo aquelas temáticas nos filmes "Minions" e "Jurassic Park".


A inauguração da atração Super Mario, que foi construída a um custo de mais de 60 bilhões de ienes (US $ 550 milhões), foi adiada duas vezes devido à pandemia do coronavírus.