top of page
1665608300863.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

1665857330426.png
1665857427662.png

1/4
Buscar

Estrela de TV Dewi Sukarno viaja para a Ucrânia, mesmo sob restrição do governo japonês


UCRÂNIA - A nipo-televisionista Dewi Sukarno, viúva do ex-presidente indonésio Sukarno, viajou para a Ucrânia. O governo do Japão, ao saber do assunto, disse que não deveria ter feito a viagem.


Na segunda-feira, Dewi visitou Kiev e seu subúrbio de Bucha, onde centenas de corpos civis foram desenterrados no ano passado, para entregar suprimentos de socorro, como roupas quentes e fraldas, para pessoas deslocadas internamente.


A personalidade, conhecida como Madame Dewi no Japão, chegou à Ucrânia no domingo, dois dias antes da guerra completar 11 meses. Ela foi uma das várias mulheres a se casar com o primeiro presidente da Indonésia.


"Os cidadãos na Ucrânia estão em uma situação difícil, sem aquecimento e sem conexão telefônica estável", disse Dewi em entrevista para a Kyodo News, pedindo ao governo japonês que se torne "mais proativo no fornecimento de apoio" ao país.


O secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, disse em uma coletiva de imprensa regular em Tóquio na terça-feira que o governo "recomendou que os cidadãos japoneses não viajem" para a Ucrânia "por qualquer propósito" desde que a Rússia invadiu seu vizinho no início de 2022.


O Japão "continuará a oferecer assistência" às pessoas na Ucrânia, que têm enfrentado uma "crise nacional", disse Matsuno.

bottom of page