top of page
1665608300863 (1).png
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

EUA planejam fortalecer comando militar no Japão para enfrentar ameaças de segurança no Extremo Oriente

Os EUA planejam fortalecer as funções de seu quartel-general de comando no Japão, visando uma cooperação mais suave com as Forças de Autodefesa do país asiático para lidar com ameaças de segurança representadas pela China e Coreia do Norte.


O primeiro-ministro Fumio Kishida e o presidente Joe Biden devem concordar com a revisão das operações de comando e controle em suas conversas em Washington em abril. Espera-se que essa medida seja incluída em um comunicado conjunto. O Japão e os EUA discutirão detalhes dessas questões antes das conversas "dois mais dois" envolvendo seus ministros da defesa e das relações exteriores, previstas para o final deste ano.


Este movimento ocorre em meio ao ambiente de segurança instável na Ásia, com a assertividade da China em relação a Taiwan e o contínuo desenvolvimento de mísseis e armas nucleares pela Coreia do Norte. Além disso, Japão e EUA trabalharão para aprimorar ainda mais suas capacidades de resposta.


O Japão estabelecerá um quartel-general conjunto para comandar suas forças terrestres, marítimas e aéreas até março de 2025. O governo de Kishida visa aprofundar a cooperação entre o exército dos EUA e o quartel-general conjunto. A iniciativa visa aprimorar a eficiência da interação entre as forças japonesas e o exército dos EUA, dada a atual distância física e de fuso horário.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


© TSJ 2024. Todos os direitos reservados

bottom of page