1/3

Farmácia japonesa busca aprovação para medicamento de uso oral contra a covid


JAPÃO - A empresa farmacêutica japonesa Shionogi planeja buscar a aprovação do estado para seu medicamento oral contra o coronavírus até o final deste ano, na esperança de oferecer tratamento em casa e aliviar as tensões em hospitais, disseram fontes da empresa na sexta-feira.


A empresa sediada em Osaka espera que o medicamento antiviral, que vem sendo submetido a testes clínicos desde julho, para pacientes com sintomas leves e moderados de COVID-19, evite que eles piorem


Se aprovado, seria o primeiro medicamento oral para pacientes com COVID-19 com casos leves no Japão. Atualmente, apenas um medicamento intravenoso, que precisa ser administrado em hospitais, está disponível para pacientes com sintomas leves no país.


Devido a um rápido aumento nas infecções por coronavírus no Japão, aumentam as preocupações com a falta de leitos hospitalares e o número crescente de pacientes se recuperando em casa, que poderiam ver seus sintomas piorarem sem receber atenção médica adequada.


A Shionogi também está considerando fornecer a droga oral no exterior e está discutindo o assunto com a Autoridade de Pesquisa e Desenvolvimento Biomédico Avançado dos Estados Unidos, disseram as fontes.


A empresa planeja se candidatar à aprovação rápida do ministério da saúde, que não exige que os testes clínicos sejam concluídos antes de colocar o medicamento no mercado, desde que realize o estudo necessário posteriormente.


Enquanto avança com os testes, a empresa espera fabricar medicamentos suficientes para 1 milhão a 2 milhões de pacientes no Japão até o final deste ano, disseram as fontes.