1650382760548_edited.png

JORNALISMO SIMPLES E DIRETO | O dia a dia do Japão

Radio Mirai (Branco).png
1650382760548.png

1/3

Fumio Kishida demonstra expectativas com confirmação de presença de Xi Jiping para a cúpula do G-7


JAPÃO - O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, disse na terça-feira que quer manter conversações de cúpula com o presidente chinês Xi Jinping após uma cúpula do G-7.


"No momento, não há planos para uma cúpula, mas é importante manter o diálogo em vários níveis", disse Kishida em uma coletiva de imprensa no sul da Alemanha.


"O G-7 concorda que o que precisa ser dito deve ser dito, mas vê a necessidade de cooperar sobre os desafios globais com a China", acrescentou.


Kishida não tem realizado uma cúpula cara a cara com Xi desde que se tornou primeiro-ministro no ano passado.


As relações sino-japonesas permanecem tensas sobre as Ilhas Senkaku no Mar da China Oriental que o Japão administra, mas a China afirma. A China continua enviando navios para águas ao redor das ilhotas desabitadas e Pequim também é suspeita de explorações de campos de gás em uma área contestada do mar.


"Confirmamos que as tentativas unilaterais de mudar o status quo nunca devem ser toleradas" na cúpula do G-7, disse Kishida. Este ano marca o 50º aniversário da normalização dos laços entre os vizinhos asiáticos.