1/3

Funcionário olímpico é preso por estuprar colega dentro do estádio


JAPÃO - A polícia prendeu um estudante universitário do Uzbequistão no domingo sob suspeita de estuprar uma mulher japonesa enquanto os dois trabalhavam meio período no Estádio Nacional para as Olimpíadas de Tóquio.


Davronbek Rakhmatullaev, 30, que entrou no estádio como funcionário para fornecer refeições à imprensa, é suspeito de agredir sexualmente a mulher na casa dos 20 anos em assentos e em um corredor do local por volta das 21h de sexta-feira, informou a polícia.


O suspeito nega as acusações, alegando que a mulher não reagiu. Os dois nunca se conheceram antes do dia do crime.


A mulher relatou à polícia no sábado que foi estuprada pelo suspeito após assistir a um ensaio da cerimônia de encerramento das Olimpíadas no estádio.


O suspeito entrou no Japão em 2014 e atualmente está de licença de uma universidade na província de Aichi, centro do Japão, disse a polícia. Ele teria se hospedado em um hotel em Tóquio para trabalhar no estádio.