1/3

Funcionários noturnos da JR East usarão uniformes com câmeras equipadas em Abril


JAPÃO - A East Japan Railway vai fornecer câmeras vestíveis a partir de abril aos funcionários da estação que trabalham à noite para protegê-los melhor de se envolverem em problemas com os passageiros.


Ao fornecer essas câmeras, a empresa quer reduzir o risco de seus trabalhadores se tornarem vítimas de violência ou crime, disseram as fontes. Seria o primeiro operador ferroviário a usar essas câmeras para fins de segurança, de acordo com o Ministério dos Transportes.


A operadora, conhecida como JR East, examinará como garantir a segurança de seus trabalhadores e, ao mesmo tempo, proteger a privacidade dos passageiros, disseram as fontes.


O Ministério dos Transportes disse que houve 439 casos de violência contra trabalhadores nas estações da JR East e outras empresas ferroviárias em todo o país no ano fiscal de 2020, embora o número tenha caído 172 casos em relação ao ano anterior, pois o número de passageiros diminuiu devido à pandemia.


Câmeras vestíveis, muitas das quais podem ser presas às roupas das pessoas, permitem que os usuários gravem vídeos sem usar as mãos.


A JR East realizou um teste de demonstração em 2020 envolvendo a equipe de segurança usando uma câmera a bordo de um shinkansen para verificar a situação de comunicação em um veículo em movimento e maneiras de fornecer suporte aos trabalhadores assistindo a uma transmissão ao vivo.


A operadora está considerando as estações e áreas onde os trabalhadores usarão essas câmeras e se informará aos passageiros que estão fazendo isso, disseram as fontes.


Se as câmeras gravarão e serão monitoradas remotamente o tempo todo também será discutido, disseram eles.