1/3

Futebol: Keiji Tamada anuncia aposentadoria aos 41 anos


JAPÃO - O ex-atacante japonês Keiji Tamada, de 41 anos, está de olho em uma possível transição para o cargo de técnico, disse ele em entrevista coletiva no sábado.


O velocista canhoto disputou duas Copas do Mundo pelo Japão. Ele é lembrado por ter feito o primeiro gol contra o Brasil na Copa do Mundo de 2006 na Alemanha, apesar de ter sucumbido e tomado de 4 a 1 em seu último jogo na competição.


"Mesmo quando pensei que ainda poderia jogar, não tive a chance de me mostrar nos jogos", disse Tamada, que passou os últimos três anos de sua carreira no V Varen Nagasaki, da segunda divisão da J-League.


"Treinar é uma opção e quero tirar uma licença. Espero poder estabelecer meu próprio estilo de futebol emocionante e agradável."


O Tamada estreou-se no Kashiwa Reysol em 1999 antes de ingressar no Nagoya Grampus em 2006, contribuindo para o seu primeiro título no J1 em 2010, quando marcou 13 golos.


Ele teve uma passagem pelo Cerezo Osaka e novamente em Nagoya, ajudando o time do J2 a retornar rapidamente ao J1 em 2017 antes de ingressar no Nagasaki em 2019.


Tamada também jogou pelo Japão na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.


"(Minha aposentadoria) não caiu em nada. Estou deixando a parte visível do palco, mas estou ansioso para a minha próxima carreira", disse Tamada.