1/3

G-7 expressará apoio aos Jogos de Tóquio em comunicado em meio ao ceticismo


JAPÃO - O G7 está finalizando um plano para expressar apoio às próximas Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio em um comunicado conjunto que deve ser divulgado após uma cúpula na sexta-feira, disseram fontes do governo japonês.


A mudança ocorre enquanto o Japão busca usar todas as ocasiões para conter o ceticismo sobre se os jogos adiados podem ser realizados com segurança neste verão em meio à pandemia do coronavírus.


O primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga pediu ao primeiro-ministro britânico Boris Johnson durante suas conversas por telefone no início desta semana para angariar apoio para os jogos e cooperação de outros membros do G-7 - Canadá, França, Alemanha, Itália e Estados Unidos. A Grã-Bretanha é a cadeira do G-7 deste ano.


Ainda não se sabe até que ponto a declaração conjunta pode ajudar a impulsionar os Jogos de Verão, programados para começar em 23 de julho.


O Japão começou a vacinação contra o vírus na quarta-feira, atrás de muitos outros países. Tóquio e algumas outras prefeituras permanecem em estado de emergência, pois o sistema médico continua a ser prejudicado pelos pacientes do COVID-19.


A teleconferência de sexta-feira será as primeiras conversas desde abril passado, quando os líderes do G-7 discutiram a resposta ao coronavírus e a primeira reunião internacional do presidente dos EUA, Joe Biden, desde que ele se tornou presidente em 20 de janeiro.


Além das Olimpíadas, os líderes devem reafirmar os esforços conjuntos para a recuperação econômica global da pandemia e pedir uma distribuição justa de vacinas em todo o mundo, incluindo os países em desenvolvimento no comunicado conjunto, de acordo com as fontes.


A aceleração dos esforços para concretizar uma sociedade livre de carbono, garantindo a estabilidade do mercado financeiro e criando regras fiscais globais também deve ser destacada no comunicado.


A Grã-Bretanha planeja sediar uma reunião física dos líderes do G-7 em junho na Cornualha, sudoeste da Inglaterra.